Rota Turística Hardanger – Cachoeira Låtefoss

No nosso segundo dia de viagem, partindo cedinho de Eidfjord, faríamos um pedaço da rota turística Hardanger, que é marcada por belíssimas cachoeiras. Eu disse “faríamos”, porque no meio dela decidimos prolongar um pouco o nosso itinerário do dia, e percorrê-la inteira, e não apenas uma parte. Essa é a maior vantagem em se viajar de forma autônoma: a completa liberdade de alterar o roteiro. Coisa que fizemos mais de uma vez na nossa jornada.

O plano inicial era em Kinsarvik pegar uma balsa para Utne, cortando a cachoeira Låtefoss do roteiro. O trajeto de Eidfjord a Kinsarvik era curto, e enquanto um dirigia, o outro ía fazendo pesquisas rápidas, plenajamento de rotas e cálculos de tempo para ver se dava para encaixar. Na hora H, entre pegar a balsa ou seguir em frente, olhamos um para o outro e já sabíamos a decisão a ser tomada. Aceleramos o carro e fomos sentido Odda, perto de onde fica o cartão postal Låtefoss.

Elina manjando tudo de Noruegues

Elina manjando tudo de Noruegues na estrada Rv13

Foi quando lembramos que era justamente em Odda que tem-se início a trilha do Trolltunga, talvez um dos pontos turísticos mais marcantes da Noruega. A tentação foi grande, mas a trilha de um dia (12 horas) certamente impactaría muito o nosso planejamento, pois já estava tarde para iniciá-la e teríamos que fazer no dia seguinte. Foi uma decisão dura abrir mão dessa aventura. Para quem interessar, deixo aqui o relato dos nossos amigos Rafa e Isa do Day Trippers nessa trilha.

O caminho para Låtefoss via Rv13 era magnífico. Contornando um dos braços do Fiorde de Hardanger, ele oferece uma vista incrível para as montanhas imponentes nos lados. Vimos muitos fiordes na viagem, um mais lindo que o outro. Alguns víamos do alto, e outros assim, de baixo. Cada vista possui a sua característica… Enquanto do alto ficamos admirados com a sua grandeza, de baixo podemos nos surpreender como as suas águas são transparentes.

View from the Fjord de Bruno Nonogaki no 500px.com

E enfim, chegamos a Låtefoss, duas cachoeiras gêmeas que descem pelas montanhas e atravessam por baixo da estrada. Como estávamos na época de seca, foi possível descer e apreciar a vista lá de baixo! A nossa pequena esticada no roteiro valeu a pena, porque devido às boas condições das estradas norueguesas, chegar lá foi super rápido!

bruno-elina-latefoss-norway

Bruno e Elina na cachoeira Låtefoss

No retorno, voltamos pela rodovia 550, que beira o mesmo Fiorde de Hardanger, mas do lado oposto ao que viémos. E no final, estávamos em Utne, a cidade que recebe as balsas vindas de Kinsarvik. Ficamos felizes porque apesar de termos gastado mais combustível nessa esticada, acabamos economizando uma balsa!

hardanger-road-550

Caminho de volta a Utne via rodovia 550

Percurso do Segundo Dia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s