Geiranger: O famoso Fiorde da Noruega

Ao término da rota Gamle Strynefjellsvegen, pegamos a rodovia 15 e depois a 63, e uma hora depois estávamos em um dos cartões postais mais famosos da Noruega: o Fiorde de Geiranger, um dos patrimônios mundiais definidos pela UNESCO.

Nem dava para crer que há poucas horas havíamos atravessado a Gamle Strynefjellsvegen no meio de tanta neblina num frio de congelar as espinhas. O tempo foi abrindo de forma mágica, e a Natureza nos agraciou com uma vista impressionante do famoso Fjord.

Geiranger Fjord de Bruno Nonogaki no 500px.com

O dia estava azul como poucas vezes vimos na viagem, e o sol deixava as árvores outonais com um amarelo ainda mais vibrante. Até o frio havia dado uma trégua, para dar lugar a uma temperatura mais amena, de pelo menos alguns poucos graus positivos! hahaha

Para os fotógrafos de plantão, uma iluminação marcante como a desse momento acaba não sendo tão interessante, pois acaba formando sombras muito duras na paisagem. Porém, as marcas das nuvens nas montanhas acabou deixando a cena com um visual bem bacana, e de quebra pudemos apreciar um pouco daquele sol tão bem-vindo depois de tantos dias debaixo de nuvens.

 

IMG_1975-Edit-2

Bruno e Elina no mirante para o fiorde de Geiranger

A poucos minutos dali, descendo as montanhas, chegamos ao pequeno vilarejo de Geiranger. Esse povoado com cerca de 240 habitantes (isso mesmo, duzentos e quarenta!) é um dos lugares mais visitados da Noruega. Nesse fjord trafegam alguns cruzeiros que dão ao turista a possibilidade de ver lindas cachoeiras, como a Seven Sisters, mas que por questão de economia e tempo, optamos por não fazer.

Aproveitamos para relaxar um pouco na beira do Fjord antes de seguir viagem rumo à famosa estrada Trollstigen, ou Caminho dos Trolls, uma das estradas mais sinuosas que dirigimos!

IMG_1990

Curtindo o sol na beira do Fiorde

 

Percurso do Sexto Dia

Obs: O mapa abaixo está errado porque o Google Maps não me deixa traçar rotas por estradas que estão fechadas. O percurso de Grotli a Videsæter foi via estrada 258 (Gamle Strynefjellsvegen), e de Videsæter, voltamos pela 15 e pegamos a 63 rumo ao Geiranger (rota Geiranger – Trollstigen). Pegamos um ferry em Eidsal para Linge, e seguimos viagem pela 63 até Sogge Bru, passando pela famosa Trollstigen.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s