O entorno do Lago Mývatn

Fazendo um desvio da Rodovia 1 para pegar a 848 (Mývatnsvegur), passamos uns bons quilômetros apreciando a vista do lago Mývatn, formado há 2300 anos durante uma grande erupção vulcânica (como tudo na Islândia! hehe). O entorno é todo formado por resquícios dessas atividades geológicas, como campos de lava e pseudo-crateras, além das famosas águas termais.

Ovelhas cruzando o nosso caminho

Ovelhas cruzando o nosso caminho

A primeira parada que fizemos foi em Skútustaðir, lugar conhecido pelas pseudo-crateras. Estas formações surgiram quando a lava das erupções encontraram as águas do que seria o lago Mývatn, criando “bolhas”. São chamadas de pseudo-crateras, porque elas se parecem com crateras de vulcão, mas não possuem nenhum condutor de magma conectando o interior do planeta.

Vista de Skútustaðir, com o lago Myvatn e o vapor das águas termais

Vista de Skútustaðir, com o lago Myvatn e o vapor das águas termais

Infelizmente a gente estava com pouco tempo, pois queríamos chegar à cidade de Mývatn antes de escurecer. Por conta disso, exploramos pouco Skútustaðir. Se você estiver com tempo, recomendo que o usufrue por lá, já que tem várias trilhas curtas por volta das pseudo-crateras. Fomos apenas na que fica mais próxima à entrada.

Um das pseudo-crateras de Skútustaðir, com o lago Myvatn ao fundo

Um das pseudo-crateras de Skútustaðir, com o lago Myvatn ao fundo

Continuamos o percurso beirando o lago. Em alguns pontos é possível parar o carro e fazer pequenas caminhadas até a beirada, e uma vista é mais impressionante que a outra. Não querendo dar spoiler, mas no dia seguinte a gente voltou ao mesmo lugar, mas com a paisagem toda coberta de neve! 🙂

Uma das vistas do Lago Myvatn, com o vulcão Hverfjall ao fundo

Uma das vistas do Lago Myvatn

Enfim chegamos a mais um destino do nosso dia: Dimmuborgir. Mais que uma banda de Black Metal norueguesa, Dimmuborgir é um grande lava-field (campo de lava), com uma paisagem repleta de pedras retorcidas (os famosos trolls) e árvores secas que anunciavam o fim do outono. São várias trilhas dentro desse parque, e de novo, se você tiver tempo, explore-o com mais calma do que nós. É um lugar fascinante!

Trilha em Dimmuborgir

Trilha em Dimmuborgir

Quando saímos de lá, o dia já estava caindo! E tivemos que sair correndo antes que um Troll despertasse, hehehe!  Ainda queríamos ir ao vulcão Hverfjall, mas já não havia tempo. O jeito foi achar um lugarzinho reservado na beira da estrada e passar a noite por ali mesmo. Aliás, esse cantinho que achamos foi tão bom que teve repeteco lá! 🙂

iceland-myvatn-dimmuborgir-hvefjall-moon-night

A noite chegando em Dimmuborgir

Como ainda estávamos um dia adiantado no nosso roteiro, decidimos ficar duas noites em Mývatn, e na manhã seguinte reservamos um passeio (pago) para uma caverna!

Continua no próximo post! 😉

 

Roteiro do Quinto Dia

Anúncios

Uma resposta para “O entorno do Lago Mývatn

  1. Pingback: Hverfjall e um dia “Game of Thrones” | Wonder World·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s