Vulcão Hverfjall e um dia “Game of Thrones”

A neve veio, e a paisagem se transformou.

Já era o nosso terceiro dia na região de Mývatn, mas parecia que estávamos em um lugar completamente diferente! Ainda era cedo e resolvemos voltar alguns quilômetros de estrada até o Lago Mývatn, o mesmo que estivémos 2 dias atrás, só para vê-lo coberto de neve.

Ainda no caminho, paramos para ver o Sol nascer atrás das nuvens, deixando o céu tingido de laranja como se fosse uma aquarela. O asfalto com a neve recém caída estava branquinho, e por onde andávamos a gente deixava os primeiros rastros humanos naquela manhã.

Sol nascendo na beira do Lago Mývatn

Sol nascendo na beira do Lago Mývatn

E assim chegamos no nosso destino, o mesmo de poucos dias atrás, mas agora renovado com o visual “inverno”. A montanha ao fundo que outrora era cinza, agora estava toda branca, e o mesmo chão de terra que pisamos na segunda-feira anterior, agora era uma fina camada de neve que já começava a derreter. Era como se a Islândia tivesse se preparado durante a noite para se exibir toda majestosa para nós nessa manhã. E nos apaixonamos!

Lago Mývatn, agora com neve!

Lago Mývatn, agora com neve!

De cara resolvemos fazer o que a gente queria ter feito 2 dias atrás, mas que por uma felicidade do destino, não tivemos tempo. O vulcão Hverfjall foi usado como cenário de Game of Thrones em algumas tomadas além da muralha do norte. Passamos várias vezes perto dele, mas pela primeira vez o vimos mais com a cara do seriado: coberto de neve!

Nós e o vulcão Hverfjall ao fundo, cenário de Game of Thrones

Nós e o vulcão Hverfjall ao fundo, cenário de Game of Thrones

Não é muito difícil se chegar ao topo do vulcão, talvez 1 hora de subida no máximo, e o visual que se tem lá de cima é surpreendente. Dá pra ver um vasto horizonte, todo o lago Mývatn, a Ring Road se perdendo pela cadeia de montanhas, as águas termais, sem contar a enorme cratera do vulcão acompanhando a trilha à esquerda.

A vista do Hverfjall

A vista do Hverfjall

Nós e a cratera do Hverfjall ao fundo

Nós e a cratera do Hverfjall ao fundo

O caminho continua para além do Hverfjall, chegando até Dimmuborgir depois de mais alguns bons quilômetros de caminhada (que não fizemos).

No topo do vulcão Hverfjall

No topo do vulcão Hverfjall

Era finalmente o momento de darmos adeus a Mývatn e seguir nosso caminho contornando a Islândia. A próxima parada ainda foi nesse mesmo dia, mas continua no próximo post!

Roteiro do Sétimo Dia

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s